QUARTA-FEIRA, 22 DE NOVEMBRO DE 2017

Goiás amplia exportações e atinge novo superávit na balança comercial de agosto
Data de publicação: 14 de setembro de 2017 - 11:06


Foto: Jayr Inácio. SED.

Foto: Jayr Inácio. SED.

O secretário de Desenvolvimento (SED), Francisco Pontes comemorou na última quarta-feira dia 13, o resultado da balança comercial goiana referente ao mês de agosto, que apresentou um saldo positivo de US$ 344,4 mi, entre a diferença de exportações e importações. A partir deste saldo, Goiás conquista o seu 44º superávit consecutivo, com um aumento de 30,44 % em relação ao resultado de agosto de 2016.

Francisco Pontes enalteceu as políticas públicas adotadas pelo Governo de Goiás, por meio da SED, que favorecem a implantação e instalação de novas empresas e asseguram condições de expansão dos negócios do Estado com outros países. “Fica cada vez mais evidente a participação das nossas ações para conquistar espaço nas atividades econômicas do País. O esforço que aplicamos para o desenvolvimento de Goiás é bem visto pelo setor produtivo e traz benefícios para o crescimento da nossa economia”, pontuou o secretário.

Exportações aumentaram 30,32% em relação a agosto de 2016
Em agosto, as exportações aumentaram 30,32%, em relação a agosto de 2016, totalizando US$ 690,9 mi. Em comparação a julho de 2017, as vendas aumentaram 13,91%. Já as importações de agosto tiveram um aumento de 30,2%, totalizando US$ 346,5 mi, em relação ao mesmo período do ano passado. Se comparado com julho deste ano, as importações cresceram 37,88%.

No acumulado dos oito primeiros meses do ano, o saldo comercial acumulou um superávit de US$ 2,464 bi, ligeiramente menor que o superávit de janeiro a agosto de 2016, que atingiu US$2,577 bi. A variação negativa pode ser explicada pelo aumento de 23,75% das importações, em comparação ao mesmo período, que contrapõem o aumento mais contido das exportações que cresceram 7,15%.

Parceiros
Em agosto, foram exportados 326 diferentes produtos para 105 países. A China ficou em primeiro lugar no ranking de países de destino das exportações goianas, adquirindo 27,90% dos produtos vendidos no exterior, representando o valor de aproximadamente US$ 192,8 milhões. A Índia ocupou o segundo lugar no ranking de países de destino das exportações, com a aquisição de 6,40% dos produtos exportados por Goiás, representando o valor de US$ 44,2 milhões.

Os Países Baixos (Holanda) obtiveram a terceira colocação deste ranking no mês de agosto, com a aquisição de 6,19% dos produtos goianos. A Espanha ocupou o quarto lugar, totalizando 4,14% dos produtos exportados pelo Estado, seguida por Coréia do Sul (4%), Irã (3,73%), Rússia (3,66%), Taiwan (3,57%), Estados Unidos (2,97%) e Itália (2,95%).

Em relação às importações, a Alemanha ocupou o primeiro lugar no ranking de países dos quais o Estado importou em agosto de 2017, totalizando US$ 72 milhões ou 20,78% do total das importações. O segundo lugar coube aos Estados Unidos, com 13,09% do total, seguidos pela Coreia do Sul (10%), Japão (8,23%), China (7,70%), Tailândia (5,01%), Suíça (4,5%), Rússia (3,84%), Itália (3,79%) e, finalmente, Índia (3,33%).

Produtos

Foto: Goiás Agora.

Foto: Goiás Agora.

O complexo soja ocupou o primeiro lugar no ranking de produtos exportados em agosto, com valor aproximado de US$ 214,5 milhões e representando 31,05% do total exportado por Goiás no referido mês. Em relação a agosto de 2016, o somatório total do complexo soja resultou em um crescimento de 8,51%.

A exportação de carnes ocupou o segundo lugar no ranking de produtos exportados neste mês, totalizando cerca de US$ 125,8 milhões em negócios. Esse valor representou 18,21% de toda a exportação neste período. Se comparada a agosto de 2016, a exportação de Carnes aumentou 22,98%. O destaque fica para um significativo crescimento na exportação de carnes bovinas e aves, de 33,48% e 13,87%, respectivamente em relação ao mesmo período do ano passado.

O complexo milho ocupou o terceiro lugar no ranking de produtos exportados em agosto de 2017, com valor de US$ 99,5 milhões, com um aumento expressivo de 217,16% em relação ao mesmo período de 2016. Sulfeto de cobre ocupou o quarto lugar, com valor de US$ 67,5 milhões, seguido por ferroligas; ouro; açúcar; couros e derivados; máquinas, equipamentos e aparelhos elétricos e mecânicos; algodão e amianto.

Importações

Foto: Goiás Agora.

Foto: Goiás Agora.

Nas importações os produtos farmacêuticos lideraram o ranking, somando US$ 123,9 milhões, com participação de 35,76% do valor das aquisições do Estado, o que resultou em crescimento de 39,16% em relação a agosto de 2016. Automóveis, tratores, ciclos, outros veículos e suas partes aparecem em segundo lugar, representando 15,1% do que foi importado pelo Estado em agosto, totalizando US$ 52,3 milhões, o que resultou em um aumento significativo de 81,91% em relação a agosto de 2016.

Em terceiro lugar, apareceram adubos e fertilizantes com participação de 14,62%, seguidos pelas importações de reatores nucleares, caldeiras, máquinas e aparelhos mecânicos com 8,79%; produtos químicos orgânicos com 7,94%, instrumentos e aparelhos de ótica e de fotografia, com 3,73%. Destacaram-se, ainda, máquinas, aparelhos e materiais elétricos e suas partes; Plásticos e suas obras; borrachas e suas obras; obras de ferro fundido, ferro ou aço.

Clique aqui e confira os dados.

Comunicação Setorial SED

Mais informações: (62) 3201-5556






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br