SEGUNDA FEIRA, 22 DE JANEIRO DE 2018

Goiás é o Estado brasileiro com menor índice de perdas de distribuição de água
Data de publicação: 10 de janeiro de 2018 - 7:30


adutora_riviera_3_saneagoEm 2017, a Saneago priorizou a retomada e conclusão de importantes obras em Goiás e redobrou os esforços para atingir as metas operacionais e aumentar a qualidade do trabalho. Dentre as ações executadas, muitas demonstraram a preocupação constante com investimentos em tecnologia, buscando maior eficiência nos serviços prestados.

As inovações desenvolvidas foram primordiais também para que a Saneago pudesse ganhar relevância no mercado em que atua. Os resultados desse trabalho puderam ser percebidos com a redução dos índices de perdas nos sistemas de abastecimento de água operados. Atualmente, Goiás é o Estado brasileiro com o menor índice de perdas na distribuição de água no País, com 30,8%.

Durante todo o ano foram intensificadas as ações de combate às perdas, como: atualização cadastral, pesquisa com haste de escuta, substituição de hidrômetros, diagnóstico pela mínima noturna, implantação da setorização e dos Distritos de Medição e Controle (DMCs), entre outras.

Alguns distritos se destacaram na redução dos indicadores, considerando o número de ligações, como Goiânia, com diminuição de 1,52%; Trindade, com queda de 1,21%; São Luis de Montes Belos, com redução de 7,81%; Edeia, com 11,79%, e Bonópolis, com 12,54%. As cidades de Porangatu e Lagoa Santa também obtiveram bons resultados.

Outro fator de destaque da área operacional foi a diminuição dos gastos com energia elétrica. Adequações tarifárias e ajustes de contratos das contas junto às distribuidoras possibilitaram uma economia de cerca de R$ 3 milhões. Também houve a aprovação de projetos de eficiência energética para as cidades de Goiânia, Indiara, Jataí e Rio Verde, com obtenção de recursos não onerosos de mais de R$ 11 milhões pelo Programa de Eficiência Energética da Celg D. Com isso, a previsão é que sejam economizados mais R$ 2 milhões por ano e que o consumo seja reduzido em mais de 20%.

Em 2017, a Saneago também finalizou a automação em 225 dos seus municípios de atuação (exceto Guarinos, com o qual fechou contrato nesse ano). Desse modo, as unidades passaram a receber a supervisão e o controle de consumo de água em tempo real, com a possibilidade de controle de bombas e coleta de dados de sensores de níveis de reservatórios também à distância. Toda a tecnologia empregada foi de desenvolvimento próprio, a baixo custo.

Reconhecimento

Saneago-Perda-de-água-234x199No último ano, o Laboratório de Análise de Água da Saneago recebeu da Rede Metrológica o Certificado de Reconhecimento da Competência Técnica de conformidade com os requisitos da Norma Brasileira ABNT NBR ISO/IEC 17025:2005. Foram 24 parâmetros contemplando ensaios físico-químicos, bacteriológicos, metais e amostragem. Além de atender às exigências do Ministério da Saúde por meio da Portaria 2914/2011, o Sistema de Gestão implementado na Companhia garante a confiabilidade analítica, rastreabilidade das medições e oportunidades de melhorias técnicas e do processo.

A equipe da Saneago em Anápolis também também conquistou o Prêmio Nacional da Qualidade no Saneamento (PNQS), que identifica as melhores técnicas de gestão em saneamento. Dentre as práticas e melhorias que levaram à premiação, estão a criação e estruturação do Centro de Operação do Sistema (C.O.S.), as vistorias constantes nas redes de esgoto, os sistemas de segurança por vídeo monitoramento e de comunicação via celular, além das ações de combate às perdas.

Por último, a Companhia foi campeã do 16º Prêmio Crea Goiás de Meio Ambiente, na categoria Biodiversidade, com o projeto intitulado Recuperação Florestal em Áreas de Nascentes e/ou Áreas que Margeiam os Corpos D’Água na Bacia Hidrográfica de Contribuição ao Abastecimento Público de Goiânia, o Rio Meia Ponte. O projeto visa recuperar 220 nascentes e 120 trechos de mata ciliar, melhorando a quantidade e a qualidade de água. Os investimentos serão de R$ 2,7 milhões.

Reforço nos sistemas

No ano de 2017, a Saneago desenvolveu uma série de ações para reforçar seus sistemas de abastecimento de água. Entre elas, a construção de centros de reservação, com investimentos de mais de R$ 1,8 milhões, beneficiando cidades como Anápolis, Goiatuba, Santa Rita, Morrinhos, Turvãnia, Iporá, Cocalzinho, Souzalândia e Valparaíso. Em 2018, as obras continuarão.

Muitas cidades goianas também contaram com novas captações de água, com a perfuração de poços tubulares profundos. Foram beneficiados alguns distritos de Caiapônia, Jataí e Piracanjuba, além dos municípios de Anápolis, Goianésia, Araguapaz, Nova Crixás, Nerópolis e Trindade.

No último ano a Companhia também concretizou a aquisição de um cromatógrafo gasoso, que custou cerca R$ 1,1 milhões e vai atender o cumprimento dos requisitos legais para água e esgoto. Além disso, a Saneago também continuou desenvolvendo o Projeto Modelo de Gestão Operacional de ETA’s e Captações, com o objetivo de melhorar a qualidade do sistema operacional e padronizar as ações a serem executadas nessas unidades. Foram desenvolvidos ainda estudos sobre o Índice de Qualidade da Água Tratada (IQA) e sobre a autodepuração dos corpos receptores das ETEs monitoradas pela Companhia, visando melhorar cada vez mais a qualidade dos mananciais e da água que é distribuída à população.

Comunicação Saneago






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br