SÁBADO, 29 DE ABRIL DE 2017

Goiás na Frente vai transformar Estado em novo canteiro de obras
Data de publicação: 20 de abril de 2017 - 7:30


Equipe Goiás Agora

O Governo de Goiás destinará os recursos financeiros originários da alienação das ações integralizadas do capital social da Celg em obras prioritárias pelo Estado. Segundo Decreto n° 8.918, de 22 de março de 2017, 53 obras de infraestrutura (rodovias) receberão R$ 500 milhões. Essas ações fazem parte do Goiás na Frente, um ousado programa de investimentos.

Viaduto da GO-080 foi entregue no fim de 2016. Foto: Eduardo Ferreira.

Viaduto da GO-080 foi entregue no fim de 2016.
Foto: Eduardo Ferreira.

Entre as obras estão a conclusão da duplicação e restauração da GO-070, importante rodovia para o estado. A GO-070 está duplicada de Goiânia até Itaberaí, mas se estenderá até depois da cidade de Goiás, no trevo de Mossâmedes. O governador Marconi Perillo garantiu recentemente que, até o final de seu mandato em 2018, todas as rodovias que dão acesso a Goiânia estarão asfaltadas e duplicadas.

“Agora é chamar as empresas de construção. Parando a chuva, naturalmente, para não ter desperdício, vamos botar as máquinas para gerar dezenas de milhares de empregos nesse Estado inteiro; de Norte a Sul, de Leste a Oeste”, disse.

Outro investimento será na duplicação da GO-080. Recentemente foi entregue o viaduto Engenheiro João Hissassi Yano, na saída de Goiânia para Nerópolis, uma importante obra no trecho urbano de Goiânia no trevo da Perimetral Norte e a duplicação até o trevo da saída para Nerópolis e o Campus 2 da UFG, que desafogou o trânsito na região. A GO-080 está duplicada de Goiânia a Nerópolis, mas também está sendo estendida e chegará à BR-153.

Outras obras na área de infraestrutura estão a duplicação Morrinhos/Caldas Novas – GO-213; duplicação da GO-010 Goiânia/GO-415 (trevo Goianápolis); conclusão da rodovia Novo Gama/Luziânia; construção da rodovia Abadiânia/Lago Corumbá; conclusão do Aeródromo de Cristalina, de Iporá e de Mozarlândia, entre outras.

As obras rodoviárias estão divididas em três grupos. Em dois deles, há a especificação de que serão utilizados também recursos do Tesouro Estadual e do BNDES.

Os investimentos da Celg serão no total de R$ 842.447.056,28 – sendo R$ 500 milhões em rodovias, R$ 240 milhões na área da Saúde e R$ 102.447.056,28 na conclusão de obras civis.

Obras na área da Saúde
Recursos da Celg, no valor de mais de duzentos milhões de reais, irão para obras na área da Saúde. Serão construídos quatro Centros de Referência e Excelência em Dependência Química (Credeq’s), nas cidades de Caldas Novas, Morrinhos, Goianésia e Quirinópolis.

Credeq Quirinópolis.

Credeq Quirinópolis.

Com 47,45% das obras concluídas, os investimentos para o Credeq de Quirinópolis totalizam R$ 21,7 milhões. Já os destinados à conclusão do Credeq de Goianésia, que está com 20,57% da construção finalizada, passam de R$ 15,2 milhões. As equipes da Agência Goiana de Transportes e Obras (Agetop) e da Secretaria de Estado da Saúde finalizam o planejamento para início das obras das unidades de Caldas Novas e Morrinhos.

Constam no decreto também seis Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs), e obras de expansão do Hugol e do HMI, dentre outros hospitais. Os Ambulatórios Médicos de Especialidades (Ames) são centros ambulatoriais de diagnóstico e orientação terapêutica de alta resolutividade em especialidades médicas, com ênfase nas necessidades da rede básica.

Outros R$ 102.447.056,28 serão para as obras civis nas cidades de Alto Paraíso, Anápolis, Goiás, Posse, Santo Antônio do Descoberto e São Luís dos Montes Belos. Dentre elas estão a conclusão do aeroporto de cargas e o Centro de Convenções de Anápolis.






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br