SEXTA-FEIRA, 28 DE ABRIL DE 2017

HGG realiza oito transplantes renais em 72 horas e ultrapassa meta mensal
Data de publicação: 20 de março de 2017 - 18:25


hgg03

Em apenas 72 horas, o Hospital Alberto Rassi – HGG – já realizou oito transplantes renais. O Serviço de Transplantes Renais, lançado na última sexta-feira, dia 17, pelo secretário de Estado da Saúde, Leonardo Vilela, ultrapassou a meta mensal de seis procedimentos logo nos primeiros dias. Dos pacientes beneficiados, cinco receberam órgãos de doadores com morte encefálica, de Brasília, Santa Catarina e Goiânia.

A expectativa é que o Hospital consiga fechar o mês de março com 10 transplantes realizados. Todos os pacientes transplantados se recuperam bem. Para o diretor técnico do HGG, Rafael Nakamura, este é um grande avanço para os usuários do Sistema Único de Saúde. “Um transplante envolve desde a equipe da Recepção até os médicos do Centro de Terapia Intensiva. Todos estão engajados em realizar os procedimentos com toda agilidade que os casos requerem”, contou.

De acordo com o responsável pelo Serviço, o nefrologista Bráulio Ludovico, Goiás deixou de exportar para receber órgãos de outros estados e beneficiar seus próprios pacientes. “Estamos preparados para realizar os implantes a qualquer momento, independente do dia e horário. Em vez de exportar rins como vínhamos fazendo, vamos nos tornar referência em transplantes. A logística está funcionando muito bem e, se continuarmos neste ritmo, vamos beneficiar pelo menos mais dois pacientes”, disse.

Moacir Guedes recebeu rim da sua filha, que descobriu ser sua, há apenas seis meses.

Pai Moacir Guedes recebeu o órgão de Antônia Marcela, que descobriu ser sua filha há apenas seis meses

As amigas Idailda Maria de Souza e Marlene Alves

As amigas Idailda Maria de Souza e Marlene Alves

Entre os beneficiados, muitas histórias de amor e superação. Edirene Bárbara de Oliveira recebeu o órgão do seu marido, Jair de Oliveira. As amigas Idailda Maria de Souza e Marlene Alves estão mais unidas do que nunca, pois a primeira recebeu o rim da outra. E o pai Moacir Guedes recebeu o órgão de Antônia Marcela, que descobriu ser sua filha há apenas seis meses. Todos devem deixar a rotina de fazer hemodiálise três vezes por semana.

No último dia 17, o Serviço Estadual de Transplantes Renais do Hospital Alberto Rassi (HGG) estimou o aumento de pelo menos 70% na quantidade de transplantes realizados em Goiás. Com a medida, a unidade passa a ser de referência estadual na realização de transplantes renais.






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br