SEGUNDA FEIRA, 11 DE DEZEMBRO DE 2017

Marconi assina atos para proteger a água da Barragem do Ribeirão João Leite
Data de publicação: 22 de março de 2017 - 14:28

    ↳ Clique aqui para fazer o download do áudio

Dia da Agua - Marconi Perillo - Foto Eduardo Ferreira04

Para marcar as comemorações do Dia Mundial da Água,  22 de março, o governador Marconi Perillo assinou nesta quarta-feira dois importantes atos, em solenidade comemorativa no Parque Estadual Altamiro de Moura Pacheco, para garantir o fornecimento de água de qualidade para Goiânia e Região Metropolitana: envio à Assembleia Legislativa do Plano de Manejo do Reservatório João Leite e assinatura de convênio de cooperação técnico-científica com a Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás).

O Plano, que inclui estudo técnico, custou R$ 5 milhões, e servirá de base nas ações governamentais e não-governamentais para proteção do manancial e o fortalecimento da APA João Leite. O governador informou que já encaminhou o Plano de Manejo do Reservatório João Leite para análise da Casa Civil, que o enviará para apreciação da Assembleia Legislativa.

Dia da Agua - Marconi Perillo - Foto Eduardo Ferreira03A solenidade, que teve também caráter festivo, contou com a participação de autoridades civis e religiosas, entre elas o arcebispo metropolitano de Goiânia, Dom Washington Cruz (foto), a quem coube conduzir uma celebração ecumênica na qual destacou a importância da água e abençoou simbolicamente as águas do reservatório.

Sobre o convênio com a PUC-Goiás, Marconi observou que trata-se de uma instituição que, ao longo de sua história, tem desempenhado um importante papel na defesa do meio ambiente, da sustentabilidade e do bioma do Cerrado, sem perder foco de minimizar os impactos do aquecimento global. Também destacou que o arcebispo Dom Washington Cruz e o reitor da PUC-GO, Wolmir Amado, têm se engajado pessoalmente na defesa de ações ambientais sustentáveis.

Marconi destaca gestão competente de Vilmar Rocha na Secima
Na solenidade, o governador também elogiou a “forma competente” com que o secretário Vilmar Rocha conduz a Secima (Secretaria de Meio Ambiente, Recursos Hídricos, Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos), liderando uma ampla Pasta, que atua desde as políticas públicas urbanas, voltadas para as cidades e a Região Metropolitana de Goiânia, à formulação de ações de proteção aos recursos hídricos e sustentabilidade ambiental.

O governador também homenageou o ex-presidente da Saneago José Taveira Rocha, “um homem honesto, íntegro, probo”, que segundo ele sofreu uma “tremenda injustiça” recentemente, a exemplo do ex-diretor Afrêni Gonçalves, alvos da Operação Decantação, desencadeada pelo Ministério Público Federal e a Polícia Federal. Na oportunidade, foram agraciados com a comenda Berço das Águas, criada pela Secima para homenagear pessoas que fizeram e/ou fazem algum trabalho de proteção às águas: José Taveira Rocha, o engenheiro João Ubaldo Teles, o ambientalista e proprietário da Ecovila Fazenda Santa Branca, Jeremias Lunardelli, o reitor Wolmir Amado, e o arcebispo metropolitano de Goiânia, Dom Washington Cruz.

Ao discursar no evento, o secretário Vilmar Rocha ressaltou a importância do Plano de Manejo do Reservatório, assinado pelo governador. “Com esse Plano, será possível melhorar a gestão da área onde está concentrada a APA do João Leite”, destacou. Ele enfatizou que o Plano de Manejo será fundamental para as formulações de políticas públicas de proteção à APA do João Leite, uma das mais importantes do Estado, porque dela depende o fornecimento de água de qualidade para abastecimento de Goiânia e Região Metropolitana.

O presidente da Saneago, Jalles Fontoura, destacou que o grande patrimônio da Saneago é a água. Sobre a posição estratégica de Goiás em relação à formação das principais bacias hidrográficas do País, disse: “Goiás é uma grande caixa d’água”. Em relação ao abastecimento de Goiânia com água tratada, Jalles garantiu que essa é uma questão que “está encaminhada”, principalmente com a entrada em operação do Sistema Produtor Mauro Borges.

O Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. Neste dia, a instituição divulgou um importante documento: a Declaração Universal dos Direitos da Água. O texto apresenta uma série de medidas, sugestões e informações que servem para despertar a consciência ecológica da população e dos governantes para a questão da água.

Fotos: Eduardo Ferreira

Gabinete de Imprensa do Governador de Goiás

 

 






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br