TERÇA-FEIRA, 26 DE SETEMBRO DE 2017

Saúde prepara para agosto a vacinação contra HPV nas escolas
Data de publicação: 17 de julho de 2017 - 13:26


B_14404506641115140417A Secretaria da Saúde de Goiás, por meio da Gerência de Imunização e Rede de Frio, está concluindo os preparativos para a vacinação dos adolescentes contra o HPV nas escolas estaduais e municipais de todo o Estado. A ação, a ser desenvolvida em parceria com as secretarias de Educação de Goiás e dos municípios, e secretarias municipais de Saúde, será realizada ao longo do mês de agosto, para intensificar a vacinação e, desta forma, proteger meninos e meninas contra as graves doenças transmitidas pelos quatro subtipos do vírus.

Neste ano a vacinação contra o HPV foi estendida aos adolescentes do sexo masculino, de 11 anos a 15 anos incompletos (14 anos, 11 meses e 29 dias). Além deste público, desde 2014, a vacina contra o HPV é disponibilizada para as meninas de 9 anos a 15 anos. A SES-GO tem a meta de imunizar pelo menos 80% deste contingente populacional.

A gerente de Imunização e Rede de Frio em exercício da SES-GO, Joice Kellen Dorneles, acentua que a vacinação ocorre como rotina em todas as 954 unidades básicas de saúde no Estado. A decisão de intensificar a imunização nas escolas foi definida para aumentar a cobertura vacinal. De janeiro de 2014 até maio deste, ano 76,88% das meninas foram imunizadas, um total de 286.009 adolescentes. Para a segunda dose a cobertura vacinal está em 45,21% com 168.186 meninas vacinadas, ficando um saldo de 203.814 entre não vacinadas ou com esquema incompletos. Em relação aos meninos, somente 8,10% foram vacinados, totalizando 18.076 de meninos que iniciaram o esquema vacinal.

Joice Kellen Dorneles destaca que a definição da faixa etária para a vacinação visa proteger os meninos e meninas antes do início da vida sexual e, portanto, antes do contato com o vírus. Na população masculina, a vacinação protege contra os cânceres de pênis, garganta e ânus. Nas meninas, o principal foco da vacinação é proteger contra o câncer de colo de útero, vulva, vaginal e anal; lesões pré-cancerosas, verrugas genitais e infecções causadas pelo vírus. O HPV é transmitido pelo contato direto com pele ou mucosas infectadas por meio da relação sexual. Também pode ser transmitido de mãe para filho no momento do parto.

Esquema vacinal
Meninos e meninas devem tomar duas doses da vacina HPV, com intervalo de seis meses entre elas. Para as pessoas que vivem com HIV, a faixa etária é mais ampla (9 a 26 anos) e o esquema vacinal é de três doses (intervalo de 0, 2 e 6 meses). No caso dos portadores de HIV, é necessário apresentar prescrição médica.

A vacina disponibilizada no Sistema Único de Saúde (SUS) é a quadrivalente e já é ofertada, desde 2014, para as meninas. Confere proteção contra quatro subtipos do vírus HPV (6, 11, 16 e 18), com 98% de eficácia para quem segue corretamente o esquema vacinal.

Na oportunidade também será disponibilizado para meninos e meninas de 12 a 13 anos a vacina que protege contra a meningite C, que desde janeiro deste ano encontra-se disponível na rede pública de saúde para esta parcela da população.

Números

População-alvo em Goiás

Meninas de 9 a 14 anos: 372.000 (80% = 297.600)

Meninos de 11 a 14 anos: 223.291 (80% = 178.632)






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br