TERÇA-FEIRA, 17 DE OUTUBRO DE 2017

Valorização da terceira idade atrai mais inscrições no Centro de Convivência da OVG
Data de publicação: 14 de março de 2017 - 8:08


IMG_4077

Maria Alves adora aulas de informática
Foto: LeoIran

Neste mês de março, o Centro de Convivência de Idosos (CCI) Cândida de Morais completa dois anos. Em 2015, quando tudo estava começando, a meta inicial era atender 100 idosos de baixa renda. Depois, passou para 200 e, hoje, o Centro conta com 400 inscritos. Isso se deve ao ambiente acolhedor e cheio de motivação para aqueles que, muitas vezes, poderiam se tornar sedentários.

Falando em motivação, dona Maria Alves da Cruz é exemplo. Com energia de sobra, aos 79 anos, ela realiza diversas atividades oferecidas no CCI Cândida de Morais e diz que levou muita gente da comunidade da região para lá. Ela faz de tudo um pouco, mas a preferência é pela aula de informática. Sempre ativa, a dança também a conquistou. Em casa, ela diz que costura, já teve salão de beleza … O lema é não ficar parada!

A unidade oferece atividades gratuitas como treinamento funcional, cozinha terapêutica, inclusão digital, dança, teatro, coral, teclado, atividades laborativas, oficina de beleza, roda de conversa, reforço escolar e momentos lúdicos, sessão de cinema e atividades pedagógicas. O atendimento conta com equipe multidisciplinar, formada por pedagogo, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, assistente social e psicólogo.

Gerente da unidade, Ana Celina Foto: LeoIran

Gerente da unidade, Ana Celina
Foto: LeoIran

Gerente da CCI Cândida de Morais, Ana Celina Machado diz que as atividades ajudam na socialização dos idosos e são aliadas contra a depressão. Ela explica que a frequência no Centro é, em média, de 260 idosos por mês. Isso acontece porque muitas vezes o frequentador não consegue ir à unidade, porque precisa cuidar dos netos ou ir ao médico, entre outros compromissos. Mas a procura é sempre grande, principalmente, quando se divulga em sites de notícias e redes sociais.

Atenção ao idoso
Helca Nascimento, da diretoria de Ações Sociais da OVG, explica que a criação dessa unidade surgiu com base no levantamento dos indicadores de envelhecimento do estado goiano. “Hoje Goiás é o segundo estado no Brasil com progressão de envelhecimento de sua população. Isso norteou o trabalho da OVG na expansão da proteção social da pessoa idosa”.

Ela explica que a unidade, anteriormente, funcionava com o apoio da Ciência e Tecnologia com cursos de profissionalização e depois foi reorientada para oficinas de inclusão e socialização de idosos. “Diferente do era feito com jovens, que a gente capacitava para o mundo do trabalho, aqui não se trata de certificação. O idoso tem liberdade para aderir às oficinas que melhor lhe convier”.

IMG_4113

João Batista acessando o Youtube
Foto: LeoIran

João Batista tem 74 anos e sua preferência são as aulas de informática. Durante muitos anos, trabalhou em banco e confessa que tinha medo do teclado. Agora, o teclado e o monitor são seus aliados quando quer assistir a um documentário. “Gosto de filme de selva, de ação. Acesso o Youtube e fico assistindo. Isso aqui é uma assepsia pra gente”, referindo-se ao fato de se “desligar” do mundo real e se tranquilizar vendo os filmes que mais gosta.

Estão há dois meses na unidade Foto: LeoIran

Estão há dois meses na unidade
Foto: LeoIran

Quem chegou há dois meses na unidade foi o casal Cleomar Pereira, 61, e Irene Teixeira, 65. Casados há 36 anos, eles afirmam estar descobrindo um mundo novo. “Estávamos meio enferrujados e decidimos vir. Aqui fomos bem recebidos”, diz Irene. Eles, por enquanto, estão frequentando apenas a aula de informática. “Aqui a gente se sente bem”, afirma Cleomar.

Para quem tem interesse em participar das atividades, os critérios para atendimento são: ter idade mínima de 60 anos e ter autonomia funcional. O idoso deve levar fotocópia do comprovante de endereço e apresentar documentos pessoais. A unidade fica aberta das 8 às 11h30 e das 13 às 16h30 e funciona na Rua Palmares, entre CM-08 e CM-10, Setor Cândida de Morais, em Goiânia. Para mais detalhes, o telefone de contato é (62) 3201-6399.

Fotos: LeoIran






Gabinete de Gestão de Imprensa do Governador
Palácio Pedro Ludovico Teixeira, Rua 82, nº 400, 9º Andar, Setor Central. GOIÂNIA/GO. CEP: 74.015-908
Fone Redação: (62) 3201-5954
goiasagora@abc.go.gov.br